Lítio


Eu fui até onde podia ver
E vi no meio da multidão
Pessoas perdidas em sonhos
Não sei de onde elas vêm
Nem pra onde elas vão

Eu acredito que vejo o futuro
Pois todo dia eu repito a rotina
Não vivo perdido em sonhos
Não há nada que me detém

Mas eles se mechem nas sombras
Mas eles se mechem em mim
Foram feitos de ódio e dor
Renascidos das chamas sem fim

Eles me fizeram lembrar
Porque eles me fizeram lembrar?
Eles queriam me ver sofrer
Eles queriam me ver sofrer
Todos são iguais e diferentes de mim
Não fico de boca aberta dizendo SIM
Estúpidos querem que eu peça perdão
Prefiro morrer só do que acreditar na ilusão
Alala não ouço vocês
Alala eu não ouço ninguém
Não espero, eu mesmo faço
Só no olho no olho a gente vê...
quem é quem

(texto: todos os direitos reservados, autoria própria)

4 Response to "Lítio"

  1. Doroti Says:

    Adorei esse gato.O!
    Não sabia desses seus dotes..hum...
    tá bebado..?..tô pq? ..Qr!? ....
    kkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Selma Pelô Says:

    Muito bom.
    meu bara! To aqui.

  3. Doroti Says:

    Selma o que é Bara?

  4. Selma Pelô Says:

    Cara aqui em BH kkkk