Garotos Nunca envelhecem


Sombras não se mexem sozinhas
Oh! Não, sombras não mexem
Mas os garotos correm em direção ao tempo
Garotos só brincam, eles não envelhecem
Mas o tempo não passa, como passa o tempo
Até outro dia essas calças ainda cabiam em mim
Do mesmo modo como era livre pra cantar
Podia sentir, correr na chuva, brincar
Não! A maldição do tempo te encontrou
Agora você nega sua infância, e põe
No lugar dela uma couraça adulta
Por que razão você mudou sua conduta
Mas os garotos eles não fazem isso
Eles crescem, mas são crianças
Eles tem filhos e muitas lembranças
Eles tem netos, e os ensinam a ter esperanças
E você? Cresceu? Mas envelheceu.
Ainda existe tempo de voltar a ser infante
Saia desta triste paranóia constante
Veja o céu, olhe o mundo com seus olhos
Não em noticiários policiais simplórios
Veja, mais um garoto está envelhecendo
O mundo moderno já vai o corrompendo
Agora ele é sombra, e sombras não se mexem
Mas o garoto corre; o garroto ama
O garoto; garoto é garoto e só.


(texto: todos os direitos reservados, autoria própria)

1 Response to "Garotos Nunca envelhecem"

  1. MHG Says:

    eu me lembro desse!
    lgl