Ciúmes


Minha cura é um prato cheio de você
Minha cura é uma overdose do seu amor
Minha posologia é três vezes ao dia te ver
Meu efeito colateral sempre foi te perder
Foi intravenosa, e eu perdi o controle
Mantenha fora do alcance das crianças
Mas sempre perto de suas lembranças
Não esqueça, não suma, não desapareça
É o meu ciúme que me faz esquecer
É o meu ciúme que me faz enlouquecer
Minha cura sempre será ter você
Têm várias outras mais estão todas aquém
Meu amor é só seu e de mais ninguém
Minha cura é uma overdose do seu amor
Minha posologia é todas às vezes ao dia te ver
Minha cura é ter você seja como for
Em coma, só saio pra te ter
Em coma, só saio se for pra você
Em coma, Minha cura é quem sinto e não me vê

7 Response to "Ciúmes"

  1. ...vdj... Says:

    Intenso e doentil...

    Muito bom!
    []'s
    .
    .
    .

  2. Junior Says:

    Parabéns pelo poema! Abraços.

  3. Doroti Says:

    Esse ficou Mara!!!
    Parabééns!!

  4. Selma Says:

    bacana! + prefiro ainda O Homem Colorido ^^ achei aquela linda

  5. MHG Says:

    Você já pensou em por isso em um livro? poderia juntar o Balsamo com essas poesias... tipo musical

  6. sergio Says:

    Quer assistir canais de TV por assinatura www.tvhd.com.br

  7. sergio Says:

    O melhor sistema para a sua Smart TV www.smarttvhd.com.br