[V] de Vingança... [P] de PALHAÇO

Eu...
Vejo um copo de cerveja se aquecer no balcão
E um constante perigo desfilar entre a multidão

Só um louco pode ver a realidade
Como um mentiroso pode criar a verdade?

Eu ouço os ecos de um caótico futuro
Futuro... futuro... futuro...
Eu posso ver tudo isso de cima de um muro
Construído por a alma limitada de alguém
Que criou uma barreira para quem

Desejava passar por uma bonita paisagem
Mas que agora está num campo de guerra sem
camuflagem

Eu vejo idéias mortas e secas sob o sol
Eu enxergo cores frias pra pessoas frias como gelo

Eu ouço vozes sendo abafadas pelo medo
Eu sei que estou no meio de um pesadelo

Real... real... real...

Acenda um cigarro e apague nesse contrato
V de vingança e P de palhaço

Acenda um cigarro e apague nesse contrato suicida
E de emboscada S de saída

Eu preciso de outro forte tóxico clínico
Eu estou perdido em seu beijo
químico
Cantar, sonhar, crescer, pular
Não mais
Calar, obedecer,diminuir, sentar
Eu vou
Gritar, realizar, sentir, voar
*#*

4 Response to "[V] de Vingança... [P] de PALHAÇO"

  1. Haifrer Says:

    Foto bem legal; Wis é show!

    Um profissional está construindo meu novo blog! lembre-se você está convidado

  2. Daniel Savio Says:

    Foi interessante, mas está não é a foto do Atreyu?

    Fiquem com Deus, galera.
    Um abraço.

  3. Diego Silva Says:

    O resumo de uma vida...de quem é refém de uma sociedade hipócrita...de uma sociedade capiltalista.
    Parabéns pelo post

    Abraços!

  4. Doroti Says:

    Que gato gostoso na fotoo! uiii³³
    Bom escrito gato!! =D
    vc e suas ironias ^^
    adooooro. ;*